terça-feira, junho 1

Conheça o Ministério Jovem


Quem Somos

Qual o objetivo do Ministério Jovem?

Evangelizar,formar,assistir,orientar e motivar os jovens a partir da identidade da RCC,inserindo-os na vida da Igreja. Trabalhar o que é próprio deste estado de vida. Proporcionar a oportunidade de ter o encontro pessoal com Jesus Cristo, permitindo assim que a juventude responda ao chamado de Deus e sejam construtores da civilização do amor. A formação humana, espiritual e vocacional, são as bases para que o jovem se torne protagonista na Igreja e na sociedade.

Quem pode trabalhar com a juventude?

A RCC como um todo é responsável pela evangelização da juventude, principalmente daqueles jovens inseridos dentro do movimento. Porém existem pessoas que tem o ministério para com a juventude. Estas pessoas exercem um carisma todo especial para trabalhar com os jovens. Sua linguagem, seu testemunho, sua forma de pastoreá-los, sua pregação, conseguem alcançar o coração da juventude.

Há muitos adultos, e até mesmo senhores e senhoras, que tem um carisma para trabalhar com a juventude. Jovens casados, que tem o ministério para com a juventude, são sem sombra de dúvidas, um referencial e um testemunho muito forte para a juventude de hoje.

Você pode não ser mais jovem em idade biológica, mas tem um espírito jovem e um chamado pra evangelizar a juventude. Você é um ministro da evangelização da juventude.

Conhecemos muitas pessoas que são ministros da evangelização da juventude, dois nomes quero citar: Pe. Jonas Abib e o saudoso Papa João Paulo II. É inegável que estes homens tem um carisma todo especial para com a juventude. Pe. Jonas, fundador da Comunidade Canção Nova, fundou essa importantíssima comunidade juntamente com os jovens, e até hoje são milhares os jovens que se identificam com o jeito de ser desta Comunidade e de seu fundador. O Papa João Paulo II, foi um dos homens mais extraordinários da história da Igreja, mas a sua identificação com a juventude é algo indescritível. As jornadas mundiais da juventude são um grande reflexo disso. Escreveu, exortou, orientou e falou ao coração dos jovens de um modo todo especial.

Os jovens são os principais evangelizadores de outros jovens. O Papa BENTO XVI, na sua visita ao Brasil em abril de 2007, exortou:”Por isso eu vos envio para a grande missão de evangelizar os jovens e as jovens, que andam por este mundo errantes, como ovelhas sem pastor. Sede os apóstolos dos jovens. Convidai-os para que venham convosco, façam a mesma experiência de fé, de esperança e de amor; encontrem-se com Jesus, para se sentirem realmente amados, acolhidos, com plena possibilidade de realizar-se e também eles e elas descubram os caminhos seguros dos Mandamentos e por eles cheguem até Deus.” (Discurso do Papa Bento XVI. Estádio Municipal do Pacaembu, São Paulo – 10/05/2007)

O jovem é um evangelizador por excelência de outro jovem! A pregação e o testemunho de vida são um fermento de grande poder na Igreja e na sociedade.

Um jovem, que fez a sua experiência pessoal com Nosso Senhor Jesus Cristo, tem consciência do seu batismo, e permite que o Espírito Santo faça nele maravilhas (cf. Lc 1,49), se torna protagonista da nova evangelização e construtor da Civilização do Amor.

Como estão organizados os jovens da RCC?

A RCC trabalha com grupo de oração, e os jovens estão inseridos dentro dele. Há duas realidades neste sentido: grupo de oração misto e grupo de oração jovem.

Entendemos como grupo de oração misto, aquele grupo que é freqüentado por pessoas de todas as idades.

Entendemos por grupo de oração jovem, aquele grupo de oração que na sua maioria ou totalidade é formado e freqüentado por jovens.

É importante ressaltar que todo grupo de oração é aberto para todo e qualquer participante sem restrições de idade.

Os jovens no grupo de oração misto.

A presença e a participação do jovem dentro do grupo de oração, traz alegria, vitalidade e dinamismo. Geralmente o grupo de oração misto trabalha as várias facetas da realidade humana, porém é necessário que o jovem seja formado no seu estado de vida, aí a importância do ministério jovem dentro do grupo de oração. O ministério jovem é quem organizará em um momento específico a formação, a partilha e as atividades dos jovens dentro do grupo de oração. Neste sentido, sugerimos o Projeto Aqui tem Jovem, que orienta a implantação do Ministério Jovem dentro do grupo de oração.

O grupo de oração jovem.

É um grupo de oração com todas as dimensões de um grupo de oração misto: coordenação própria, ministérios formados, equipe de serviço, reunião de equipe de serviço, ligado à coordenação diocesana, com seus direitos e deveres de acordo com o estatuto da diocese a que ele pertence.

A principal característica do grupo de oração jovem está na linguagem. A condução do grupo de oração, a pregação, as músicas e as orações são dirigidas para a realidade jovem. Estes grupos tem feito um trabalho fundamental na evangelização da juventude, pois se tornaram um grande referencial para os jovens que estão fora da Igreja.

Jesus: Autor da Nossa Salvação

I - INTRODUÇÃO (pedir oração antes de iniciar)

1. Apresentação do pregador (nome, estado civil, paróquia, pastoral)

2. Apresentação da pregação
a) TEMA: JESUS: AUTOR DA NOSSA SALVAÇÃO
b) Itens:
b-1) JESUS
b-2) SALVAÇÃO
b-3) PARA SER SALVO: ACOLHER O SALVADOR

3 - Motivação
a) Jo 14, 1-4 (“Na casa de meu Pai existe muitas moradas (...) vou preparar-vos um lugar)
b) A salvação começa nesta vida, para quem é de Jesus

II - DESENVOLVIMENTO

1. JESUS
a) Filho de Deus vivo (Mateus 16, 16)
b) Jesus significa “Javé salva”
c) Jesus: cumprimento da promessa do Pai

2. SALVAÇÃO
a) Conceito (o que é)?
- Livrar da morte

b) Jesus: Autor da nossa salvação
- Conceito de autor
- Com sua obediência até a morte(de cruz), e com sua ressurreição (At 2, 36)
- Hebreus 2, 10-12
- Hebreus 5, 7-10

c.1) Único Salvador (Atos 4, 12)
c.2) Jesus é o caminho e a vida (Jo 14, 6)

d) Males vencidos pela salvação de Jesus
d.1) Salvação do pecado (Livro como Evangelizar os batizados)
d.2) Salvação das conseqüências do pecado (separação de Deus, privação da glória de Deus, morte)
d.3) Salvação das causas do pecado - concupiscência (Tg 1, 14); Demônio (Gn 3, 1-13 ; João 8, 37-44)
d,4) Salvação para a vida eterna, para a ressurreição (I Cor 15,12-58)

e) Frutos da salvação de Jesus
e.1) Justificação (Catec. 402; Romanos 5, 19)
- Ato de justificar, tornar justo, santo, puro
e.2) Remissão dos pecados
- Absolvição, anistia, graça, indulto, perdão
e.3) Remição dos pecados (Somos vendidos ao pecado, Romanos 7, 14)
- Redenção (dos pecados)
= Redenção: elevação do pecador até a perfeição de Cristo (Ef 4, 13)
- Libertação, resgate, tirar do cativeiro, reparar, compensar, ressarcir
= João 8, 34 (quem se entrega ao pecado é seu escravo)
- Resgate (da dívida)

f) Salvação em situações concretas da vida (Jo 8, 1-11)

3. PARA SER SALVO: ACOLHER O SALVADOR

a) Crer em Jesus (Romanos 10, 9-11; Atos 16, 31)
b) Confessar com os lábios (Romanos 10, 9-11)
c) Invocar o nome do Senhor - clamar pelo Senhor (Romanos 10, 13)
- A mulher adúltera (João 8, 1-11)
- O ladrão na cruz (Lucas 23, 42-43)
d) acolher o Salvador
- Conceito de acolher (Lucas 19, 6: receber alegremente)
- Lucas 19, 1-11
- Atos 4, 12

III - CONCLUSÃO

1- Resumo didático:
- Retomar itens, fazer perguntas, responder indagações, sanar dúvidas, complementar.

2- Chamar à fé:
Conclamar à aceitação de Jesus Cristo como Salvador e Senhor da nossa vida
Conclamar cada um a entregar-se a si mesmo, bem como a sua família a Jesus Cristo.

3- Oração
Perdão dos pecados. Confessar a fé em Jesus Cristo. Entregar-se a Ele. Aceitá-lo como Salvador e Senhor.

Projeto Aqui Tem Jovem!

A juventude da RCC está inserida dentro dos grupos de oração, mas ela precisa ser trabalha de uma maneira específica que contemple a sua realidade de jovem.Para isso disponibilizamos o Projeto Aqui Tem Jovem.

Este Projeto visa a implantação do ministério jovem dentro dos grupos de oração.A missão do ministério jovem é: “Evangelizar, formar, assistir, orientar e motivar os jovens a partir da identidade da RCC inserindo-os na vida da Igreja. Trabalhar o que é próprio deste estado de vida.

Proporcionar a oportunidade de ter o encontro pessoal com Jesus Cristo, permitindo assim que a juventude responda ao chamado de Deus e seja construtora da civilização do amor. A formação integral é a base para que o jovem se torne protagonista na Igreja e na sociedade.”

Que em cada grupo de oração do Brasil possamos ter implantado o ministério jovem, e assim possamos ouvir dos mesmos: AQUI TEM JOVEM! Uma juventude cheia do Espírito Santo, atuante em seus grupos de oração, apóstolos de outros jovens e verdadeiros transformadores da sociedade, é o que desejamos.

A palavra de Deus que trasforma

Objetivo: Fazer o grupo refletir de que forma assimilamos a PALAVRA DE DEUS em nossas vidas.
Material: uma bolinha de isopor, um giz, um vidrinho de remédio vazio, uma esponja e uma vasilha com água.

Descrição:

Primeiro se explica que a água é a palavra de Deus e que o objeto somos nós, depois se coloca a água na vasilha, e alguém mergulha o isopor, após ver o que ocorre com o isopor, mergulhar o giz, depois a vidro de remédio e por último a esponja. Explicar que a água é a Palavra de Deus e os objetos somos nós. Dê um objeto para cada pessoa.

Colocar 1º a bolinha de isopor na água. Refletir: o isopor não afunda e nem absorve a água. Como nós absorvemos a Palavra de Deus? Somos também impermeáveis?

Mergulhar o giz na água. Refletir: o giz retém a água só para si, sem repartir. E nós?

Encher de água o vidrinho de remédio. Despejar toda a água que ele se encheu. Refletir: o vidrinho tinha água só para passar para os outros, mas sem guardar nada para si mesmo. E nós ?

Mergulhar a esponja e espremer a água. Refletir: a esponja absorve bem a água e mesmo espremendo ela continua molhada.

Iluminação Bíblica: Is 40,8 ; Mt 7,24 ; 2Tm 3,16



Postador por: Paulo


AMAR AO PRÓXIMO

Duração: 30 min.
Material: papel, lápis.

Divida a turma em grupos ou times opostos.
Sugira preparar uma gincana ou concurso, em que cada grupo vai pensar em 5 perguntas e 1 tarefa para o outro grupo executar.

Deixe cerca de 15 minutos, para que cada grupo prepare as perguntas e tarefas para o outro grupo.
Após este tempo, veja se todos terminaram e diga que na verdade, as tarefas e perguntas serão executadas pelo mesmo grupo que as preparou.
Observe as reações. Peça que formem um círculo e proponha que conversem sobre:
Se você soubesse que o seu próprio grupo responderia às perguntas, as teria feito mais fáceis?
E a tarefa? Vocês dedicaram tempo a escolher a mais difícil de realizar?
Como isso se parece ou difere do mandamento de Jesus? "Amarás ao teu próximo como a ti mesmo".
Como nos comportamos no nosso dia a dia? Queremos que os outros executem as tarefas difíceis ou procuramos ajudá-los?
Encerre com uma oração.

Se houver tempo, cumpram as tarefas sugeridas, não numa forma competitiva, mas todos os grupos se ajudando.



· Troca de tom:


 
 
 
Am            Bb             C/E            F
 
Sentido na vida a minhalma encontrou
Am            Bb             C               F
 
Tua mão poderosa veio e me levantou
Introd: |  F  |  Gm  F/A  |  Bb  Dm  C  |  Bb9  | 
F             C/E         Dm        F/C    Bb9       F        C    Csus4 C
Presença forte em mim, eu posso dizer: habitas aqui
F             C/E        Dm                Bb           F                   C
 
Porque escravo eu fui e hoje eu sou mais livre aos teus pés
 
Agora eu posso declarar
         Dm  C     F
Hoje li    vre  sou
 
 
(G)                           Em9           C9     G
 
(F)                           Dm9           Bb9   F
Tenho sede da tua graça, cada dia     mais
                                          Em                   C       D
 
                                          Dm                  Bb      C 
Sou mais forte e vou mais longe quando aqui estás
 
             Em            Am            G/B       C  
 
             Dm           Gm     Am ( F/A )     Bb
Com palavras de amor te adoro,     Senhor
 
         Em   D  G                 ( F9  C/E  C/D  G )                      
 
         Dm  C    F                 ( G )                   
Hoje li     vre sou               ( F  Dm  Bb9  F  Dm9 Bb C  Gm/Bb )
 
Meu tesouro, minha herança, meu Supremo Bem
 
Nem tribulações nem dor podem nos separar
 
E jamais irão romper o que o amor selou
 
Hoje livre sou

Nenhum comentário:

Postar um comentário